Policial é investigada após ser reconhecida em blitz por motorista que assina seu OnlyFans

Uma policial parou um veículo nas ruas de Minneapolis (Minnesota, EUA) e, ao abordar o motorista, o homem reconheceu a agente de outro lugar. Aparentemente, ela tem uma conta na plataforma de conteúdo erótico OnlyFans, onde posta fotos explícitas e compartilha cenas de sexo, e é seguida pelo abordado.

“Estávamos conversando um pouco e eu pensei: ‘Cara, ela tem uma página no OnlyFans”, contou o motorista ao canal de televisão Fox 9. Ele disse que segue a policial há cinco meses e demorou uns 10 minutos para perceber que se tratava da mesma pessoa, mas ao lembrar, sua perspectiva mudou durante a abordagem.

“Você não pode mais me prender, eu vi suas partes íntimas”, teria dito ele à agente, acrescentando que ser policial e modelo no OnlyFans não combinam. “Eu não gostaria que me prendesse e acabei de ver você e seu marido ontem à noite por US$ 29,99 (aproximadamente R$ 50) fazendo sexo no OnlyFans. Eu simplesmente não consigo respeitar você ou a delegacia em que você está trabalhando”, teria acrescentado.

O chefe de polícia do departamento de Minneapolis confirmou que uma investigação está em andamento para determinar se a policial violou alguma política ou diretriz ao trabalhar como modelo erótica. Na corporação, ela é considerada uma policial “muito respeitada e reconhecida pelo seu trabalho”.

No domingo, um porta-voz da prefeitura da cidade divulgou a seguinte declaração: “Se tudo do que estamos falando são fotos nuas após um acesso pago, não tem problema. No entanto, o chefe de polícia determinará se há alguma violação da política”. 

Não está claro quanto tempo a investigação levará. Mas, desde a última verificação, a página OnlyFans da policial ainda estava ativa.

Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: TBN


Você pode gostar também de