PRF resgata idoso que estava preso nas ferragens de um veículo tombado na BR-316, em Picos (PI)

Na madrugada deste domingo (14), agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgataram um idoso de 74 anos que estava preso nas ferragens após o veículo em que ele estava tombar na BR-316, em Picos (PI). No momento do acidente, a região estava sob fortes chuvas, levando à aquaplanagem e, consequentemente, ao tombamento do veículo.

Por volta das 4h, um homem chegou à Unidade Operacional de Picos relatando o acidente e informando que o veículo estava em uma ribanceira. Segundo ele, estavam três pessoas no veículo: ele mesmo, um colega de trabalho e seu pai, que estava a caminho de uma sessão de hemodiálise em Picos. No entanto, até aquele momento, o pai não havia conseguido sair do carro e estava possivelmente preso nas ferragens. Imediatamente, a equipe se organizou e seguiu até o local para prestar atendimento.

Ao chegarem ao local, os policiais encontraram o veículo tombado lateralmente e tentaram destombar o veículo com uma cinta, porém sem sucesso. Durante a ação, um caminhoneiro que passava pelo local concedeu, após solicitação dos agentes, um cabo de aço para realizar novas tentativas. Por fim, a equipe conseguiu destombar o veículo e retirar o idoso das ferragens.

Posteriormente, o SAMU foi acionado, chegou ao local e prestou os devidos socorros ao senhor. Ele foi encaminhado para o Hospital Regional de Picos para ficar em observação, devido à necessidade de atenção especial em seu tratamento de hemodiálise.

Apesar do ocorrido, os envolvidos sofreram apenas ferimentos leves e encontram-se bem.

A ocorrência foi atendida por três policiais: a PRF Maria Moura; PRF Reis e o PRF Brito. Eles estavam há mais de 21 horas de serviço ininterrupto, por causa de outro acidente grave que havia ocorrido na região, quando foram acionados para esta ocorrência.

Emocionada, a PRF Maria compartilhou sua experiência na ocorrência. ”Me deparei com uma pessoa batendo desesperadamente na porta do posto. Imediatamente, tentei acalmá-lo e entender o que estava acontecendo. Apesar do susto, deu tudo certo e o senhor está bem. Foi bem emocionante para mim atender esse caso. O sentimento é de dever cumprido, de gratificação”, expressou.

O PRF Brito reforçou a excelência do trabalho entregue pela PRF e destacou como as ocorrências com desfecho positivo gratificam o efetivo. “No nosso trabalho, nos deparamos com diversos acidentes ou ocasiões de riscos. Infelizmente, muitas vezes, não há chances de que todos saiam ilesos e com segurança. Estávamos há muitas horas trabalhando, em um plantão cansativo. Nesse mesmo dia já havíamos atendido outro acidente de grande escala. Resultados como esses são de um sentimento imensurável’’, pontuou.

“Para nós, policiais, é um sentimento de dever cumprido. Salvar vidas é o principal valor da Polícia Rodoviária Federal, e é nisso que focamos”, exclamou o PRF S. Brito.

Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: Policia Rodoviária Federal

Você pode gostar também de