Visita de embaixador faz Santos estreitar laços com Holanda

O embaixador do Reino dos Países Baixos no Brasil, André Driessen, e uma comitiva holandesa estiveram presentes, nesta sexta-feira (6), no Paço Municipal. Eles foram recepcionados pelo prefeito Rogério Santos, a vice-prefeita Renata Bravo e o secretário municipal de Assuntos Portuários, Júlio Eduardo dos Santos. O objetivo da visita foi estreitar os laços e a comunicação entre Santos e o país europeu.

Durante a recepção a Driessen, o chefe do Executivo santista apresentou detalhes sobre a história da Cidade, bem como informações sobre importantes obras em andamento, como a de combate a enchentes, mobilidade urbana e intervenções voltadas ao Porto de Santos. A Holanda abriga o Porto de Roterdã, o maior da Europa, exibindo assim traços semelhantes entre Santos e a cidade holandesa.

Para o embaixador, Santos é uma importante cidade no cenário econômico, sobretudo por conta do setor portuário. “A Holanda vê o Brasil como um grande parceiro econômico. A cidade de Santos abriga o maior porto da América e sabemos da importância de estreitarmos essa relação com a Cidade. Essa será a primeira de muitas visitas, sem dúvida alguma”, salientou Driessen.

“Também trabalhamos com o Brasil os temas do clima e da sustentabilidade. Além disso, o combate ao tráfico de drogas e ao crime organizado transnacional vem sendo discutido. As cooperações com a polícia e com as alfândegas brasileiras estão se tornando cada vez mais importantes para a Holanda”, complementou o embaixador.

O prefeito Rogério Santos, por sua vez, também destacou a importância de estreitar os laços com o país europeu. Para ele, trata-se de uma troca de experiências que vai contribuir com diversas áreas da Cidade. “Gostaria de propor desde já uma parceria entre Santos e Holanda em diferentes frentes, como tecnologia, drenagem, meio ambiente e mobilidade urbana. Esse encontro de hoje é apenas um pontapé inicial para futuras ações”.

Durante a visita, a comitiva holandesa conheceu o Salão Nobre Esmeraldo Tarquínio, a Sala Princesa Isabel e o Centro de Controle Operacional. O embaixador ainda recebeu um livro sobre o Museu Pelé, enquanto o prefeito Rogério foi agraciado com uma porcelana com gravuras típicas do país europeu.

 


Fonte: Prefeitura de Santos


Você pode gostar também de