Saúde realiza entrega de absorventes higiênicos para mulheres em vulnerabilidade social

Colaboração Rodrigo Herrero

“Normalmente elas usam panos que encontram por aí, muitas vezes sujos ou então sujam as roupas ou ainda escorre pelas pernas. E agora nós vamos ter absorventes sempre para oferecer e evitar esse constrangimento das mulheres em situação de rua”, comenta emocionada, Regiane Eliza da Costa, enfermeira coordenadora do Programa Consultório na Rua (Conar).

Com o objetivo de combater a pobreza menstrual, a Secretaria de Saúde Pública (Sesap) de Praia Grande, iniciou a entrega de absorvente higiênicos, nesta primeira fase, para mulheres em vulnerabilidade social. Através da equipe do Consultório na Rua, os primeiros pacotes foram entregues na comunidade conhecida como Jambalaia, no Bairro Anhanguera e nos próximos dias, outros locais, onde há concentração de mulheres em situação de rua, também serão beneficiados.

O secretário de saúde de Praia Grande, Cleber Suckow Nogueira, explica que o objetivo é expandir a ação para mais mulheres. “Estamos no início, então a prioridade é para as que mais necessitam, mas aos poucos, vamos ampliar essa distribuição para que mais mulheres sejam beneficiadas”, explicou.

Pobreza Menstrual – Pobreza Menstrual é uma expressão utilizada para denominar a falta de acesso a produtos de higiene menstrual, de infraestrutura sanitária adequada e de conhecimentos necessários para esse período do ciclo reprodutivo. O município de Praia Grande sancionou a Lei 2039/2021 que prevê diretrizes de conscientização e informação sobre menstruação, além do fornecimento de absorventes, a fim de promover a dignidade menstrual.

Conar – O Programa Consultório na Rua é desenvolvido pela Secretaria de Saúde Pública, onde os atendimentos são feitos em um veículo, tipo van, equipado com sala reservada e local para vacinas e exames para atendimento de pessoas em situação de rua. Esse trabalho também é realizado de segunda a sexta em todos os bairros da Cidade. O Programa conta com uma equipe especializada composta por enfermeira, dentista, auxiliares e técnica de enfermagem, assistente social e motorista, além de contar com o apoio de residentes dos Programas de Residência Médica e Multiprofissional do Município.

A equipe trabalha especialmente com pessoas em situação de rua realizando, a abordagem social, testes rápidos de saúde, vacina e orientação para usuários de drogas. Quando necessário, esses pacientes são encaminhados à rede de saúde do Município, como as Usafas ou prontos-socorros, dependendo do caso. “É uma troca diária, a gente também aprende muito. No Consultório na Rua, a gente reconhece que qualquer pessoa pode passar por situação de vulnerabilidade. A gente atende pais de família, filhos, filhas, mães. Lidamos com a confiança, com o respeito mútuo com pessoas que são esquecidas pela sociedade, que não são vistas”, destaca o dentista de equipe, Átila Simonetti, que trabalha no Consultório na Rua há dois anos.

O secretário destaca que o atendimento ofertado é bem visto pela população assistida. “Eles fazem o atendimento da população mais vulnerável e conhecem bastante a população de rua, tanto que os profissionais são chamados pelo nome. É muito bom ver essa proximidade, pois muitas vezes são pessoas que não tem uma família por perto, então seus familiares são a equipe do Conar. Isso é muito gratificante”, ressaltou, Nogueira.

Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: Prefeitura de Praia Grande


Você pode gostar também de