‘Queremos fazer tudo legal, respeitando o meio ambiente’, diz Lula sobre exploração de petróleo na foz do Amazonas

Ricardo Stuckert/PRLulaPresidente Lula discursa em sessão de abertura do fórum FII Priority Summit, realizado no hotel Copacabana Palace

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) discursou, nesta quarta-feira (12), para investidores internacionais e autoridades do governo da Arábia Saudita durante o FII Priority Summit, fórum organizado pelo Future Investment Initiative Institute, no Copacabana Palace, no Rio. O instituto é uma entidade sem fins lucrativos financiada pelo Fundo de Investimento Público (FIP), ligado ao governo da Arábia Saudita. Durante a fala, Lula defendeu um “salto de qualidade extraordinária” no país quando tiver início a exploração de petróleo na Margem Equatorial. O projeto da Petrobras em uma região ampla que inclui a foz do Rio Amazonas despertou preocupações ambientais no ano passado. Lula elogiou a estatal e destacou a competição da empresa com petrolíferas sauditas no mercado de petróleo. O presidente ressaltou a importância de respeitar o meio ambiente sem deixar de aproveitar as oportunidades.

“Queria dizer aos meus companheiros sauditas, ministros e empresários de forma muito taxativa. A nossa Petrobras está quase disputando com a (petrolífera saudita) Aramco. Na hora que começarmos a explorar a Margem Equatorial, vamos dar um salto de qualidade extraordinária. Queremos fazer tudo legal, respeitando o meio ambiente, mas não vamos desperdiçar nenhuma oportunidade de crescer”, declarou. Lula enfatizou, ainda, a matriz energética limpa do Brasil ao mencionar o histórico de biocombustíveis, além de manifestar interesse em parcerias externas para investir em produção limpa no país, como a fabricação de carros elétricos.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Com o tema “investir em dignidade”, o evento abordou questões como inclusão social, transição energética e sustentabilidade, interessando a monarquia saudita. Ao lado de Lula, Yasir Al-Rumayyan, responsável pela gestão do fundo, destacou o investimento saudita na transição energética como uma oportunidade para países do Sul Global se equipararem ao Norte Global em termos econômicos e sociais. Rumayyan também está à frente de empresas como a petrolíferaAramco e do time de futebol Newcastle, da Inglaterra.

Após o evento, Lula reiterou a intenção de debater tecnicamente a exploração de petróleo na Margem Equatorial e criticou a polêmica em torno do projeto. “Você tem petróleo em um lugar, a Guiana está explorando, Suriname e Trinidad e Tobago também estão, e você vai deixar o seu sem explorar? O que temos que fazer é garantir que a questão ambiental será levada 100% a sério”, disse. A realização do evento faz parte de ações para estreitar laços entre o governo brasileiro e a Arábia Saudita, que foi convidada recentemente a fazer parte dos Brics, bloco de economias em desenvolvimento que contava originalmente com Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Publicado por Carolina Ferreira

Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: Jovem Pan


Você pode gostar também de