Polícia Federal indicia por corrupção Juscelino Filho, ministro de Lula

A Polícia Federal indiciou o ministro das Comunicações, Juscelino Filho (União Brasil) em um inquérito que investiga um suposto desvio de emendas parlamentares para a pavimentação de ruas de Vitorino Freire, no interior do Maranhão. Os crimes imputados ao ministro, segundo a Folha de S.Paulo, são corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

+ Leia as últimas notícias de Política no site da Revista Oeste

A investigação da Polícia Federal, cujo inquérito foi concluído, envolvem irregularidades em obras executadas em Vitorino Freire (MA), cidade governada por Luanna Rezende, irmã do ministro. Ela chegou a ser afastada do cargo em setembro do ano passado em razão da investigação no ano passado.

Essas obras foram bancadas por emendas parlamentares indicadas por Juscelino Filho, no período em que ele atuava como deputado federal.

Um dos elementos utilizados pela PF para indiciar o ministro de Lula é um relatório da Controladoria-Geral da União (CGU) sobre uma das obras ter beneficiado propriedades da família do ministro de Lula.

O relatório final do caso foi enviado para o ministro Flávio Dino, relator do inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF). O caso tramita lá porque, como ministro, Juscelino tem foro para responder a processos criminais na Corte.

Notícia em atualização

Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: Revista Oeste


Você pode gostar também de