Surge terrível e inesperada novidade em investigação contra Bolsonaro

A Polícia Federal identificou uma nova peça de joalheria, supostamente comercializada ilegalmente por representantes do ex-presidente Jair Bolsonaro nos Estados Unidos. Essa peça, desconhecida pelos investigadores até então, foi mencionada por uma testemunha durante uma operação da PF nos EUA em maio.

Embora a Polícia Federal não tenha divulgado detalhes específicos sobre a joia, fontes ligadas à instituição indicam que se trata de um bracelete feminino.

Com a revelação dessa peça, a PF convocou o tenente-coronel Mauro Cid, ex-assessor de Bolsonaro, para prestar novo depoimento nesta terça-feira (18). O general da reserva Mauro Lourena Cid, pai do tenente-coronel, também foi chamado para depor no mesmo dia, mas em locais diferentes.

O tenente-coronel tem afirmado a pessoas próximas que não tem conhecimento sobre a nova joia. No entanto, Mauro Cid sugeriu que o item poderia pertencer a um parente de Bolsonaro.

Jair Bolsonaro sempre negou qualquer irregularidade. Todo esse caso de perseguição se originou com o foco de atingí-lo. Toda essa perseguição, aliás, foi documentada no livro “O Fantasma do Alvorada – A Volta à Cena do Crime”um best seller no Brasil. O livro, que na verdade é um “documento”, já se transformou em um arquivo histórico, devido ao seu corajoso conteúdo. São descritas todas as manobras do “sistema” para trazer o ex-presidiário Lula de volta ao poder, os acontecimentos que desencadearam na perseguição contra Bolsonaro e todas as ‘tramoias’ da esquerda. Eleição, prisões, mídia, censura, perseguição, manipulação e muito mais… Está tudo documentado.

Obviamente, esse livro está na “mira” da censura e não se sabe até quando estará a disposição do povo brasileiro…

Não perca tempo. Caso tenha interesse, clique no link abaixo para adquirir essa obra:

https://www.conteudoconservador.com.br/products/o-fantasma-do-alvorada-a-volta-a-cena-do-crime

Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: Jornal da Cidade


Você pode gostar também de