Haddad se revolta com mudança de Bolsonaro no Prouni: “Nojo!”

Fernando Haddad reagiu – e muito mal – à Medida Provisória aprovada por Bolsonaro que muda regras do Prouni. Alunos oriundos do ensino médio em escolas particulares passarão a ter acesso ao programa, que antes só contemplava alunos do ensino público.

Ex-ministro da Educação e oponente de Jair Bolsonaro (PL) em 2018, Haddad disse que Bolsonaro “começa a destruir o Prouni”.

– Hoje, por MP, Bolsonaro começa a destruir o Prouni. Um dos programas que eu mais me orgulho de ter concebido, junto com minha companheira Ana Estela. Quase 3 milhões de jovens, pobres, pretos e periféricos beneficiados. A Câmara deveria devolver para o Planalto esse lixo. Nojo!!! – escreveu no Twitter.

O Prouni foi criado em 2005, quando Fernando Haddad era ministro da Educação, no primeiro governo Lula (PT). Haddad ficou no cargo até 2012, no primeiro governo Dilma, ano em que foi eleito para a prefeitura de São Paulo.


Fonte: Pleno.News


Você pode gostar também de