Evento da Saúde apresenta dança obscena e música pornográfica

Circula nas redes sociais um vídeo que mostra uma mulher dançando de forma hipersexualizada ao som de uma música de teor pornográfico no palco de um evento promovido pelo Ministério da Saúde. Intitulado I Encontro de Mobilização da Promoção da Saúde no Brasil (EM PROSA Brasil), a conferência ocorre de 4 a 6 de outubro, no Tocantins, e chamou a atenção de internautas devido à dançarina convidada, que conforme as imagens, chega ao ponto de mostrar as roupas íntimas ao rebolar no chão do palco.

O evento está sendo transmitido de forma online por meio do canal do YouTube do DataSUS, mas o trecho da dança não foi exibido. Os comentários das publicações estão desativados.

O encontro é realizado pelo Departamento de Prevenção e Promoção da Saúde, da Secretaria de Atenção Primária à Saúde, do Ministério da Saúde. Segundo o DataSUS alega na descrição, o objetivo é fomentar a implementação e a gestão da Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS), “a partir do compartilhamento de ideias e experiências, ampliação do diálogo, estímulo à gestão participativa e construção da agenda de territorialização da promoção da saúde no país”.

Participam do evento – que contou com execução do hino nacional – cerca de 300 pessoas de forma presencial e outras virtualmente. Estão presentes gestores e trabalhadores das Secretarias Estaduais e Municipais da Saúde, representantes da UNESCO, de áreas de promoção da saúde, saúde na escola, bolsa família, saúde da população negra, entre outros parceiros da gestão pública, instituições de ensino, pesquisa e movimentos sociais.

As imagens obscenas da dançarina no palco causaram indignação nas redes sociais. Além da dança com teor sexual, chama também a atenção a letra da música que diz repetidamente a frase “bate c*”.

– ABSURDO! O governo do PT realiza um encontro chamado EM PROSA Brasil, para tratar de, acreditem, “saúde”. O que essa pu***** tem a ver com “saúde”? Esses dementes decidirão os rumos da saúde no país? O nosso dinheiro paga esse lixo, que mais parece um DCE de Federal! – escreveu um usuário do Twitter.

– Alguém para que eu quero descer! Em prosa Brasil. Que vergonha meu Deus! – completou outro.

Confira as cenas abaixo:

O Pleno.News entrou em contato com o Ministério da Saúde e aguarda posicionamento sobre o caso.

Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: Pleno.News


Você pode gostar também de