Datafolha: Bolsonaro avança e reduz para 15 pontos a diferença de Lula

Montagem/Estadão Conteúdo/Alan SantosJair Bolsonaro e Lula

A cerca de 45 dias das eleições 2022, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue liderando as pesquisas de intenção de voto à Presidência da República. De acordo com o último levantamento DataFolha, divulgado nesta quinta-feira, 18, o petista é o candidato escolhido por 47% dos 5.744 entrevistados entre 16 e 18 de agosto. Em segundo lugar, o presidente Jair Bolsonaro (PL) soma 32% das intenções de voto, o que demonstra uma diferença de 15 pontos percentuais entre ambos candidatos, principais players da corrida à Presidência. Na sequência, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) tem 7% dos votos, contra 2% de Simone Tebet (MDB). Neste cenário, a situação principal é de crescimento do atual chefe do Executivo na comparação com a pesquisa de julho, uma vez que a oscilação foi superior à margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Para os outros candidatos, o cenário é de estabilidade. No levantamento anterior, Lula tinha 47% dos votos, Jair Bolsonaro 29%, Ciro Gomes 8% e Simone Tebet 2%. A pesquisa desta quinta-feira também traz os números atualizados de outros candidatos, que ficaram entre zero e 1%, são eles: Pablo Marçal (Pros), Vera Lúcia (PSTU), Felipe d’Ávila (Novo), Sofia Manzano (PCB), Leonardo Péricles (UP) e Eymael (DC). Brancos e nulos representam 6% dos entrevistados e 2% deles não souberam responder. Os dados também apontam as principais características entre os eleitores de Lula e Bolsonaro, que figuram a disputa. De acordo com o Datafolha, o ex-presidente se destaca entre os eleitores com renda de até 2 salários mínimos (55%); entre os que recebem ou moram com beneficiários do Auxílio Brasil (56%); moradores do Nordeste (57%); autodeclarados pretos (60%) e homossexuais ou bissexuais (69%). Já Bolsonaro tem desempenho superior entre eleitores com renda superior a 10 salários mínimos (43%); moradores do Norte (43%); autodeclarados brancos (38%) e evangélicos (49%). Os dados também apontam o cenário eleitoral em eventual segundo turno entre Lula e Bolsonaro. Neste recorte, o ex-presidente tem uma vantagem de 17 pontos percentuais. Segundo o Datafolha, se a eleição fosse hoje, o petista seria eleito à Presidência com 54% dos votos, ante 37% de Bolsonaro. O Datafolha ouviu 5.744 pessoas entre os dias 16 e 18 de agosto. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: Jovem Pan


Você pode gostar também de