Ao lado de Tarcísio, Ricardo Nunes confirma Mello Araújo como vice

Um evento na zona sul da capital paulista para anunciar extensão de linha do metrô serviu para movimentar o processo eleitoral deste ano. Ao lado do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), confirmou a aliança para ter o policial Mello Araújo como candidato a vice na campanha em que tentará conquistar a reeleição.

+ Leia mais notícias de Política em Oeste

O nome de Mello Araújo como candidato a vice-prefeito de São Paulo já era cogitado desde o início do ano. O ex-presidente da República e presidente de honra do Partido Liberal, Jair Bolsonaro, havia anunciado em fevereiro que o aliado era o seu indicado para compor a coligação a ser encabeçada por Nunes. O anúncio foi feito em fevereiro, durante entrevista exclusiva ao programa Oeste Sem Filtro.

Agora com a confirmação de que será candidato a vice-prefeito da capital paulista, Mello Araújo trilhou carreira como agente de segurança pública. Há décadas como membro da Polícia Militar (PM) de São Paulo, chegou à patente de coronel. Atuou como comandante da tropa de elite da corporação, as Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota).

Durante parte da gestão de Bolsonaro à frente da Presidência da República, Mello Araújo assumiu a função de presidente do maior entreposto do país, a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). No comando da Ceagesp, decretou o fim da “taxa” cobrada para trabalhadores “estacionarem” seus carrinhos no local. Além disso, a companhia registrou lucro pela primeira vez em cinco anos.

Leia mais

O ex-comandante da Rota é bacharel em Direito e Educação Física. A trajetória acadêmica dele também conta com mestrado e especialização em fisiologia do exercício pela Universidade de São Paulo.

O evento em que Nunes confirmou Mello Araújo como vice

O prefeito de São Paulo confirmou Mello Araújo como pré-candidato a vice-prefeito ao participar de evento para assinatura de aditivo contratual para extensão da Linha 5-Lilás do metrô, na região do distrito do Jardim Ângela. Além de Ricardo Nunes e Tarcísio, o encontro reuniu outras autoridades municipais e estaduais, além de representante da CCR Mobilidade, grupo responsável pela ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação da linha metroviária que, atualmente, interliga Capão Redondo à Estação Chácara Klabin.

A confirmação de Mello Araújo e a presença de Tarcísio reforçam que PL e Republicanos devem caminhar em conjunto na campanha de reeleição de Nunes. Além disso, o partido do prefeito paulistano, o MDB, busca ampliar a coligação. O presidente da Câmara Municipal de São Paulo e dirigente do União Brasil, Milton Leite, avisou que a legenda apoiará o emedebista — ou seja, não investirá na pré-candidatura à prefeitura do deputado federal Kim Kataguiri.

Na semana passada, a saber, Mello Araújo, Tarcísio, Nunes e Bolsonaro se encontraram. O agora pré-candidato a prefeito pelo PL divulgou o momento nas redes sociais. “Que Deus encaminhe e que a vontade dele se concretize”, afirmou, dessa forma, o ex-comandante da Rota. “Sempre no comando de tudo.”

Uma publicação compartilhada por Coronel PM Mello Araújo (@melloaraujo10)

Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: Revista Oeste


Você pode gostar também de