TJSP condena Latam a pagar R$ 30 mil por morte de cachorro em voo

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) determinou que a Latampague R$ 30 mil em indenização a um casal cujo cachorro morreu durante um voo em 2021. Giuliano e Nathalia Conte processaram a companhia depois da morte do cão Weiser, da raça american bully, durante uma viagem entre Guarulhos e Aracaju. O jornal O Globo divulgou a decisão nesta quinta-feira, 13.

+ Leia mais notícias de Brasil em Oeste

O desembargador Sérgio Gomes, do TJSP, destacou que a Latam não cumpriu a obrigação contratada, que resultou em “uma morte que poderia facilmente ter sido evitada caso a companhia desse a atenção devida à situação dos autores”. A decisão fixou R$ 15 mil para cada um dos tutores.

Ao TJSP, casal pediu à Latam indenização de R$ 50 mil

Iniciado em 2022, o processo de Giuliano e Nathalia contra a Latam resultou, em primeira instância, numa indenização de R$ 10 mil. O casal, que havia pedido R$ 50 mil, recorreu ao TJSP.

O desembargador ajustou o valor para R$ 30 mil. Além disso, o magistrado condenou a companhia aérea foi a pagar R$ 2 mil em danos materiais.

O transporte de Weiser se deu como carga viva, em uma caixa de madeira, que ele roeu na tentativa de escapar. O contêiner era pequeno para seu porte. O animal chegou ao destino mais de seis horas depois do confinamento, quando já estava morto.

O caso de Weiser é semelhante ao do labrador Joca, que morreu durante um voo da Gol, em abril deste ano. A decisão seu deu por meio da 18ª Câmara de Direito Privado.

Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: Revista Oeste


Você pode gostar também de