Polícia prende duas pessoas por comida de camarote de Carnaval ser feita em banheiro

A Polícia Civil do Rio de Janeiro (PC-RJ) prendeu duas pessoas no Sambódromo Marquês de Sapucaí, no domingo 11, depois de a Vigilância Sanitária constatar que o camarote de Carnaval Lounge Sapucaí guardava e preparava comida em um banheiro.

Os agentes afirmam que a dona do bufê e o responsável pelo camarote foram detidos. As prisões ocorreram durante ação entre a Polícia Civil, o Ministério Público do Estado (MP) e o Instituto Municipal de Vigilância Sanitária.

+ Leia mais sobre Brasil em Oeste

Depois da fiscalização, cerca de 500 quilos de alimentos foram descartados. Conforme o MP, o local não possuía refrigerador para guardar a comida.

Ao portal UOL, a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) do Rio de Janeiro informou que o camarote não tem autorização para instalar e operar uma cozinha no local. Além disso, que a Liga tem “compromisso contínuo com a segurança e excelência em todos os aspectos dos desfiles”.

+ Vazamento de gás interrompe show de Ivete Sangalo

Em nota, o Lounge Sapucaí reconheceu ter enfrentado um “pequeno problema com a vistoria da Vigilância Sanitária”. No entanto, negou que os funcionários tenham manipulado a comida dentro do banheiro.

“O espaço apresenta apenas banheiros semelhantes a banheiros químicos VIP, impossibilitando assim qualquer alimento nesse espaço”, disseram.

Outros camarotes de Carnaval são fiscalizados para saber situação da comida

Conforme o MP, a fiscalização encontrou outros problemas relacionados a preparação dos alimentos em outros camarotes: Alegria, Experience, Lounge Carioca e Favela.

No camarote Alegria, foi identificado “refrigeração inadequada”, mas a situação foi resolvida. No Experience e Lounge Carioca, as cozinhas precisaram ser “ajustadas”. A fiscalização ainda multou o camarote Favela por irregularidades no preparo e no acondicionamento dos alimentos.

+ Delegados publicam nota de repúdio contra a Vai-Vai por associar policiais a criminosos

O Lounge Carioca comunicou operar “plenamente dentro das regularidades estabelecidas pela Liesa” e seguir “rigorosamente todos os protocolos sanitários exigidos para garantir a segurança e o bem-estar de seus convidados”.

Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: Revista Oeste


Você pode gostar também de