Rio de Janeiro sedia a 5ª Conferência Latino-Americana de Segurança em SCADA com a participação de empresas nacionais e internacionais

Rio de Janeiro, 03 de maio de 2024 – Acontece no Museu do Amanhã, entre os dias 14 e 16 de maio de 2024, no Rio de Janeiro, a 5ª edição da CLASS (Conferência Latino-Americana de Segurança em SCADA), evento bienal realizado pela TI Safe – empresa 100% brasileira e líder em segurança de infraestruturas críticas voltada a diversos segmentos na indústria. Para conferir mais detalhes da programação ou garantir sua participação no evento, não deixe de se inscrever o quanto antes! As inscrições estão abertas no site e permanecerão disponíveis por tempo limitado.

A conferência deste ano reunirá empresários e pesquisadores com interesse em entender de forma técnica e mais aprofundada sobre os sistemas de controles industriais usados por grandes companhias nacionais e internacionais, entre elas, Braskem, Copel, EDF, Fortinet, Nozoni, Hitachi, Lactec, Thales, Tenable, TXOne e a Vale. Todas estarão presentes nos três dias consecutivos da CLASS 2024.

O ambiente será propício para a geração de novas ideias, à exploração de temas importantes do momento, fomentando perguntas e respostas sobre as grandes mudanças que estamos vivemos, como o futuro da segurança digital no Brasil voltado à indústria”, ressalta Marcelo Branquinho, CEO da TI Safe.   

ALERTA VERMELHO – Brasil é um dos principais alvos da América Latina

Estudos revelam que o Brasil está no topo dos países mais vulneráveis a ataques de hackers no mundo, e este foi o principal motivo pelo qual o CLASS foi idealizado há dez anos pela companhia carioca TI Safe.  E em 2024 não tem sido diferente!

Uma recente pesquisa da Check Point Research – empresa de inteligência e pesquisas – aponta que o número de ataques cibernéticos no mundo no primeiro trimestre de 2024 já é 28% maior do em relação ao último trimestre de 2023. No Brasil, o aumento foi ainda maior, de 38%, o que reforça a relevância de eventos como o Class 2024.

Na América Latina, somos hoje o principal alvo, e como um dos países mais visados pelos criminosos digitais, precisamos elevar o nível de proteção das organizações e empresas”, reforça Marcelo Branquinho CEO da TI Safe.

Segundo último relatório da Trend Micro (2023), o país perde apenas para os Estados Unidos em ameaças digitais. A pesquisa trouxe que no período em 2023, foram bloqueadas mais de 85 bilhões de ameaças em todo o mundo, um valor que já é 59% do total registrado em 2022. Estados Unidos, Brasil e Índia são os principais alvos, em ordem de incidência.

Aqui no país o ransomware, ou “sequestro virtual”, tem sido uma das estratégias mais comuns e, somente no primeiro semestre do ano passado, foram quase 7 milhões de casos.

O relatório da Trend Micro também revelou que os principais alvos das campanhas de malware foram os setores governamental e industrial, com cerca de 145 mil registros cada um, o que comprova a relevância da atuação da TI Safe.

Confira os destaques da agenda da 5ª edição da CLASS

Dia 1 – A solenidade de abertura da conferência, no dia 14, às 9h, será realizada por Marcelo Branquinho, CEO e Fundador da TI Safe, que falará sobre as novidades da edição. Na sequência da programação da manhã, o evento contará com as explanações de Marty Edwards (Vice President/ Operational Technology Security da Tanable) que se dedicará ao tema Crescimento dos Riscos de Segurança em Infraestruturas Críticas. Às 11h15, Marcelo Branquinho da TI Safe e Ricardo Rodrigues da Copel compartilharão um Estudo de Caso sobre “Os desafios de Cibersegurança em infraestruturas de TO de Energia”, do problema inicial à solução contratada (TI Safe ASCI – Assinatura de Segurança Cibernética Industrial).

Na parte da tarde, a Braskem – representada por Lucas Andrade Magalhães, Engenheiro de Cibersegurança de OT -, trará como temática central “a Gestão de Riscos sob a Perspectiva de Construção de Cultura”. Nesta palestra, Magalhães apresentará uma visão geral da jornada interna de avanço na segurança cibernética dentro do ambiente industrial da Braskem para estabelecer um contexto e, em seguida, esclarecerá o programa de “Champions de Cibersegurança“, lançado no ano passado.

Na sequência terá uma dobradinha encabeçada pela TI Safe. Elamir Menezes e Raphael Oliveira (Coordenador de Riscos e Qualidade na TI Safe e Analista de Segurança da Informação) apresentarão uma grande novidade para o mercado, o “TI Safe Cockpit: Gestão de Riscos de TO na Palma da Mão, uma ferramenta unificada que fornece métricas essenciais e sua capacidade de fornecer dados conforme as necessidades dos clientes e seus KPIs. Será também apresentado como a solução pode ser acessada por smartphones, permitindo que gestores de riscos visualizem a situação da planta de forma prática e em tempo real.

Para fechar o primeiro dia, Igor Freitas de Souza (gerente de TI) e Vinicius Felix da Silva (engenheiro de automação e controle), da EDF Brasil, ao lado de Felipe Marques, Coordenador de Segurança da Informação da TI Safe, apresentarão como estudo de caso o tema “Fortalecendo a Segurança das Operações no Setor Elétrico”. Na apresentação de quase uma hora,  será falado sobre a crescente preocupação do segmento em cibersegurança  e postos-chaves, como contexto regulatório; riscos e impactos; interoperabilidade das equipes de TI e TO, além de desafios e soluções.

Dia 2 – A manhã do dia 15 de maio será aberta com a ilustre presença de Serafim Ivo de Faria, SAM-Solutions Account Manager – OT, da Fortinet. O executivo traz como relato “Fortinet OT Security Platform: Como proteger seu ambiente operacional das ameaças ciber-físicas”, a fim de explanar sobre a crescente evolução tecnológica impulsionada pela automação da indústria 4.0. Com este enfoque de um novo panorama cibernético para o setor operacional, a Fortinet abordará temas de segurança ciberfísica para um futuro próximo, bem como as principais tendências e componentes tecnológicos avançados para aumentar o nível de maturidade e viabilizar uma estratégia de segurança totalmente integrada baseada na sua Plataforma de Segurança para OT.

Depois, Victor Alvarez e Luiz Fernando Roth da TI Safe trarão uma apresentação inédita para os presentes, o Xphir4: Simulação Cibernética em Usina Nuclear. A ideia é que todos possam ter uma visão geral sobre o simulador, entender mais do desenvolvimento do projeto, presenciar a demonstração das principais funcionalidades, entender mais de treinamentos internos para automação, além de ver na prática a simulação de um ataque cibernético neste contexto.

Para fechar a manhã do segundo dia, Mark Porter – Solutions Architect da TXOne trará como tema “Simplificando a Cibersegurança de OT e como Construir um Plano de Ação”. Segundo Porter, a cibersegurança para Tecnologia Operacional deve ser abordada em pé de igualdade com a TI. Para a TO priorizar operações ininterruptas sobre segurança é bastante comum, mas coloca toda a operação em uma posição arriscada. Compreender a TO e identificar soluções apropriadas é fundamental para construir um ambiente seguro, enquanto permite operações contínuas e ininterruptas.

Na parte da tarde, as empresas Nozomi e Thales serão as estrelas. Mike Plante, CMO da empresa americana, entrará para falar sobre “Integrando Segurança Cibernética ao Sucesso Operacional”, pois ele acredita que, nos últimos anos, o foco mudou para a cibersegurança de operações técnicas (OT) e Internet das Coisas (IoT). Nesta sessão, será apresentado um framework de maturidade para ajudar organizações a considerarem uma convergência de estratégias operacionais e de cibersegurança que simultaneamente maximiza processos e melhora a resiliência, ao mesmo tempo em que entrega resultados vitais de cibersegurança. Logo depois, Logo depois, Alessandro Moretti – Regional Sales Manager – IAM da empresa de origem francesa Thales, que atua no Brasil há 55 anos -, se prepara para falar sobre “A Gestão de Acesso além da TO e da TI”.

Para concluir as apresentações da quarta, 15, Thiago Braga – CTO e também fundador da TI Safe -, finaliza “explorando sinergias entre segurança cibernética industrial e IA”, revelando o estágio atual da IA no Brasil, o aumentando a resiliência de sistemas industriais, a aplicação e as detecção mais rápidas e inteligentes de ameaças, além de detalhes no uso prático da IA em segurança cibernética industrial, a plataforma TI Safe TSSP.

Dia 3 – O início do último dia da conferência CLASS será abrilhantada por Rafael Roseira, líder de Riscos, Conformidade e Segurança da Informação na Vale. Na data, o especialista apresentará o Estudo de Caso: “Implantação de um Programa de ‘Risk-based Security’ em OT”, um o programa de Gestão de Riscos de Cibersegurança em OT que a Vale vem realizando desde 2017, o que tornou possível a tomada de melhores decisões na gestão da Cibersegurança, assim como junto a outros processos corporativos, como o inventário de sistemas críticos e gestão de projetos e orçamento.

Ainda pela manhã, o time da TI Safe volta ao “palco” para falar sobre “Sistemas Industriais Legados e suas Vulnerabilidades. Como proteger?” Yghor Miglio e Ronaldo Gama, tratarão sobre as principais vulnerabilidades que afetam sistemas industriais e que não recebem mais atualizações, e sobre a melhor forma de tratá-las de acordo com o modelo de defesa em camadas da norma ISA/IEC-62443.

Volta também para os holofotes do congresso a Thales, desta vez com a palestra de Abilio Branco, Sales Director. No horário, o tema será “A próxima geração de infraestrutura crítica depende da inovação”. Na apresentação Branco quer revelar como a inovação tecnológica está impulsionando a evolução da infraestrutura crítica, permitindo que as empresas melhorem o serviço, otimizem as operações e, por fim, gerem mais valor para investidores.

Já na parte final do último dia do evento, a TI Safe convidou representantes da Hitachi,  Lactec e Inmetro. Julio Oliveira – Sales Director – Data Protection Brazil & SOLA da Hitachi , discorrerá sobre “Cibersegurança em Subestações Digitais: uma abordagem aos mecanismos de defesa em profundidade para aplicações do Grid 4.0”, enquanto Leonardo Gomes Tavares – Pesquisador Especialista no Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento-, e, Charles Bezerra do Prado – Chefe da Divisão de Ensino e Pesquisa da do Inmetro-, sobre “Aprendizado de Máquina aplicado a ataques furtivos em Sistemas de TO”. Entre as apresentações das companhias convidadas, o time da TI Safe regressa à conferência (Marcelo Pessoa e Caio Couto) propondo uma palestra interativa: “conheça o dia-a-dia de um ICS-SOC”, com 45 minutos de muito conhecimento.

Acesse o link abaixo para conferir todos os detalhes das palestras, workshops e oficinas imperdíveis que estarão disponíveis durante o evento: programação Completa do CLASS 2024.

Mais informações sobre a TI Safe – empresa 100% brasileira líder em segurança de infraestruturas críticas que atua em empresas da diversos segmentos, tendo destaque os setores de energia elétrica e industrial. Com sede no Rio de Janeiro, possui escritórios em São Paulo, Salvador e Lisboa, onde atende mais de 100 clientes, como o Grupo Energisa, Grupo Neoenergia, Itaipu, Petrobras, Gerdau, Klabin, Santo Antonio Energia e Light.

Fundada em 2007, a TI Safe foi a primeira empresa brasileira a fornecer soluções específicas para a segurança de redes industriais baseadas nos padrões ISA/IEC-62443 e NIST SP 800-82 através de especialistas com reconhecimento técnico e certificações internacionais em arquitetura de segurança de sistemas de controle industriais.

Atualmente a TI Safe oferece framework completo de soluções para seus clientes. Além disso, possui a única academia no Brasil com treinamento e certificação específicos para a proteção de infraestruturas críticas e oferece serviços de análise de riscos, planejamento de segurança cibernética industrial, implantação de soluções de seus parceiros tecnológicos e gestão destas soluções através de serviços gerenciados do ICS-SOC.

Para saber mais, acesse: https://tisafe.com/ 

Imprensa / TI Safe

Karoline Kantovick ka******@id*************.br (49) 99804-5824

Aline Elias al***@id*************.br (11)99968-9488

Renata Noschesi re****@id*************.br (11)99538-8817


Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: Click Petróleo e Gás


Você pode gostar também de