Governo não recebeu mensagem de Pires sobre a Petrobras

Governo diz que não recebeu comunicado oficial de Adriano Pires sobre a Petrobras Foto: Reprodução/Print de vídeo da CNN Brasil

Nesta segunda-feira (4), o Ministério de Minas e Energia informou, em nota, que o governo não recebeu “nenhum comunicado oficial do Senhor Adriano Pires” sobre a Petrobras. A informação foi divulgada após a notícia de que o economista havia desistido de assumir a Presidência da empresa.

Adriano Pires foi indicado pelo governo na semana passada e iria assumir o comando da empresa no lugar de Joaquim Silva e Luna. No entanto, de acordo com a colunista Malu Gaspar, do jornal O Globo, ele mudou de ideia.

De acordo com a publicação, os motivos da desistência seriam possíveis conflitos de interesse que ele enfrentaria na Petrobras. Entre os clientes de Pires estariam o empresário de distribuidoras de gás, Carlos Suarez; a Abegás, associação do setor de gás; a Compass, concessionária de gás do empresário Rubens Ometto; e diversas outras empresas da área.

Segundo a colunista, Pires teria dito a pessoas próximas, desde este domingo (3), que cogitava desistir do cargo. O economista só teria descoberto depois de aceitar a indicação que a política de integridade da Petrobras não permite que seus executivos tenham parentes comercialmente ligados a concorrentes e parceiros comerciais.

Para assumir a presidência da petroleira, o economista e consultor estava passando as ações de sua consultoria para o filho, Pedro. Com isso, na prática, não seria possível atender ao requisito da política da Petrobras.


Fonte: Pleno.News


Você pode gostar também de