‘Caribe brasileiro’: Neymar investe em empreendimento imobiliário de R$ 7,5 bilhões

Uma faixa de aproximadamente 100 quilômetros entre Alagoas e Pernambuco, notável por suas praias de águas claras e quentes, tem recebido investimentos bilionários no setor imobiliário. Essa área do litoral nordestino também contará com um influente garoto-propaganda: Neymar.

A situação da região é similar à de Balneário Camboriú e Itapema, em Santa Catarina, onde o preço do metro quadrado é o mais alto do país, impulsionado principalmente por figuras do futebol.

A incorporadora Due estabeleceu uma parceria com a Neymar Sports para desenvolver a Rota Due Caribe Brasileiro. O objetivo é promover o crescimento socioeconômico e turístico do Nordeste.

+ Leia mais notícias de Economia em Oeste

O plano inclui o lançamento de 28 empreendimentos imobiliários na região até 2037, com um Valor Geral de Vendas (VGV) estimado em R$ 7,5 bilhões. Os projetos são de edifícios residenciais de luxo localizados nas praias de Porto de Galinhas e Carneiros, em Pernambuco, e Maragogi, Antunes e Japaratinga, em Alagoas.

Os preços dos imóveis variam de R$ 300 mil a R$ 6 milhões, com apartamentos que vão desde estúdios de 25 m² até unidades de seis quartos com 218 m².

Progresso dos projetos e expectativas

Dos 28 projetos, 10 já foram iniciados. As primeiras unidades nas praias de Muro Alto e Carneiros estão previstas para serem entregues a partir do segundo semestre de 2024, especificamente em julho, novembro e dezembro.

Os outros 18 projetos já possuem terrenos adquiridos, e a expectativa é realizar três lançamentos anuais. “Nosso desejo é que essa região seja vista com a mesma estima que Balneário Camboriú, que possui o metro quadrado mais valorizado do Brasil”, afirma Rafael Zulu, sócio da incorporadora.

A Due, focada no mercado nordestino, especialmente em Pernambuco, foi fundada em 2020 por Rafael Zulu, o ex-jogador Adaílton dos Santos (ex-Santos e Vitória) e os empresários locais Abílio Costa e André Costa. Desde então, a empresa já lançou diversos empreendimentos de alto padrão na região, acumulou um VGV de R$ 2,5 bilhões e atendeu três mil clientes. Os projetos ultrapassam 550 mil metros quadrados de área construída no litoral.

A parceria com Neymar Sports

Para concretizar a Rota Due Caribe Brasileiro, a Due se associou à Neymar Sports, empresa de Neymar da Silva Santos, pai do jogador Neymar. A família Neymar já realizou investimentos no Sul, especialmente em Balneário Camboriú com a FG Empreendimentos. Agora visa ao Nordeste para novos empreendimentos imobiliários, atraídos pela beleza natural da área turística.

“A expectativa com o projeto é não apenas impulsionar o turismo local, mas também gerar um impacto positivo na comunidade, aumentar a visibilidade internacional e criar oportunidades de negócios sustentáveis”, explica Neymar pai.

Ele ressalta que a parceria visa a transformar a paisagem turística e fortalecer a economia local, o que beneficiaria tanto os moradores quanto os empreendedores da região.

Os desafios da infraestrutura local

Zulu, Adaílton e Neymar são amigos de longa data e já planejavam colaborar em algum projeto. “O convite ao grupo Neymar foi para expandir a ideia da rota do Caribe Brasileiro, que terá um grande impacto turístico e social”, comenta Zulu.

Zulu menciona que a ideia do projeto Caribe Brasileiro surgiu da falta de infraestrutura local, como a escassez de restaurantes e serviços em geral. “Durante nossas estadias lá, era difícil resolver até as necessidades mais básicas”, afirma o amigo do craque brasileiro.

“Se precisássemos de um quilo de arroz, era um transtorno ir ao mercado distante. Nos nossos projetos, queremos oferecer tudo isso para que os residentes não tenham preocupações”, acrescenta Zulu. “Os empreendimentos são residenciais com características de resort, com serviços de lavanderia a serviço de quarto.”

Financiamento e valorização imobiliária

Para viabilizar os lançamentos, a Due obteve um crédito de R$ 600 milhões com vistas ao financiamento das obras. Comum em lançamentos imobiliários, a venda dos apartamentos na planta permite que a dívida e o risco de inadimplência sejam transferidos para a Caixa Econômica Federal.

A Caixa utiliza a alienação fiduciária em casos de pagamento parcelado. Assim, a Due não precisa gerenciar o risco de inadimplência durante a execução dos projetos. O financiamento pode cobrir até 90% do valor do imóvel.

Segundo o Índice FipeZap de abril, Maceió foi a capital com o maior aumento no preço dos imóveis residenciais nos últimos 12 meses, com uma alta de 14,58%, quase o triplo da média nacional de 5,76%. Recife também registrou um aumento acima da média, de 7,52%, em um indício de que as áreas dos empreendimentos da Due estão se valorizando.

“Desde o lançamento até a entrega, a valorização média dos nossos imóveis é superior a 55%, com algumas unidades ultrapassando 70% de valorização”, relata Adaílton. “Inicialmente, um cliente que comprou por R$ 1 milhão, agora tem um imóvel avaliado em R$ 1,8 milhão.” Ele acrescenta que 73% dos clientes compraram os imóveis para uso misto.

Para isso, a Due conta com a administradora Sintta Stay, que gerenciará as locações para os compradores. A empresa informa que os proprietários poderão reservar suas estadias, trocar diárias entre os empreendimentos da rota turística e utilizar um aplicativo que funciona como um concierge de experiências.

Além disso, terão acesso a um clube de vantagens, que oferece serviços e entretenimento ao longo de toda a rota, bem como serviços de decoração. A proposta é integrar os imóveis residenciais à experiência de um resort.

Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: Revista Oeste


Você pode gostar também de