Escassez de mão de obra: Suíça abre 150 vagas para quem fala português em cargos nas áreas de marketing, assistente de cozinha, operadores de máquina, mestre de obras e outras funções!

A Suíça, conhecida por oferecer alguns dos melhores salários da Europa, enfrenta atualmente uma significativa escassez de mão de obra, um problema comum em muitos países desenvolvidos. Para combater essa questão, o país está incentivando a imigração, abrindo diversas novas vagas para falantes de português. Neste artigo, descubra tudo o que você precisa saber para se candidatar a essas vagas na Suíça.

Há centenas de vagas para falantes de português na Suíça com salários acima da média. Desta forma, o país europeu continua sendo um destino muito requisitado para quem busca por vagas de emprego na Europa. Sendo um dos mais desenvolvidos e ricos, o país atrai todos os anos profissionais de várias áreas e com qualificações diversas.

Além disso, com uma economia próspera, diversas empresas e organizações se relacionam, a partir da Suíça, com mercados europeus e de outros continentes e oferecem vagas para quem fala português.

Há vagas na Suíça para falantes de português com cargos que vão de assistente de cozinha a relações comerciais, de atendimento ao público a empregado de obra e construção. Entre as vagas de emprego no país estão:

Supervisores de construção;

Gerentes de política e planejamento;

Profissionais associados de contabilidade;

Trabalhadores de isolamento;

Gerentes de vendas e marketing;

Trabalhadores de jardinagem e horticultura;

Estucadores;

Cabeleireiro;

Colocadores de concreto e finalizadores de concreto;

Perfuradores e perfuradores de poços;

Ajudantes de cozinha;

Pedreiros;

Trabalhadores da construção civil;

Corretores comerciais;

Trabalhadores de engenharia civil.

Para aqueles que ficaram interessados em aproveitar a grande escassez de mão de obra na Suíça, há outras dezenas de vagas para quem fala português e a lista completa está no portal da Rede EURES.

A Rede Eures é uma rede de cooperação que nasce com o objetivo de facilitar a livre circulação de trabalhadores dentro da União Europeia, mas também inclui a Suíça, Islândia, Liechtenstein e a Noruega.

Atualmente, as vagas na Suíça oferecem um salário bruto médio de 78 mil francos suíços por ano, algo em torno de 6.500 francos por mês. Desta forma, isso significa que o rendimento dos trabalhadores a tempo inteiro é cerca de 70 % maior que o da Alemanha, por exemplo.

VAGAS NA Suíça👈

Já aqueles aprovados em vagas para falantes de português na cidade de Berna ganham em média 127 mil CHF por ano, algo em torno de 10.583 francos por mês. Entretanto, a depender do setor e do cargo, o rendimento nas vagas de emprego chega a ser até quatro vezes superior ao de muitos outros países da Europa.

Para quem ainda está indeciso sobre aproveitar a escassez de mão de obra na Suíça, vale considerar algumas vantagens de morar no país.

A qualidade de vida é, sem dúvida, um dos principais atrativos para os imigrantes. Com uma alta média salarial, segurança exemplar e infraestrutura de primeira linha, a Suíça oferece condições ideais para uma vida tranquila.

A segurança é frequentemente destacada pelos brasileiros que vivem na Suíça, um fator importante na escolha de um novo lar. Além disso, com um custo de vida médio de 3.481,19 euros, a Suíça figura entre os países com os melhores salários do mundo, reforçando seu apelo como destino para quem busca estabilidade e prosperidade.

Para trabalhar na Suíça, brasileiros devem navegar por um processo bem estruturado, que inicia com a obtenção de uma oferta de trabalho e segue com os trâmites para a permissão de residência e trabalho. Neste guia, explicaremos passo a passo como iniciar sua jornada profissional na Suíça e quais são os primeiros passos que você deve dar.

Antes de mais nada, o primeiro passo para trabalhar na Suíça é conseguir uma oferta de emprego de um empregador suíço. Isso pode ser alcançado através de diversos canais como sites de emprego, agências de recrutamento especializadas ou networking.

O mercado suíço é conhecido por valorizar altamente a qualificação e a experiência profissional, portanto, ter um currículo bem preparado e adaptado aos padrões europeus pode fazer uma grande diferença. Além disso, algumas indústrias podem exigir conhecimento de alemão, francês ou italiano, dependendo da região da Suíça.

Depois de receber uma proposta de trabalho, o empregador suíço normalmente ajudará com o processo de solicitação do visto de trabalho, uma vez que precisam provar que não encontraram um candidato local ou da União Europeia adequado para a posição, especialmente para os não pertencentes ao Espaço Schengen, como é o caso dos brasileiros.

Com a oferta de trabalho em mãos, o próximo passo é solicitar um visto de trabalho. Isso envolve apresentar a oferta de emprego juntamente com outros documentos, como passaporte válido, fotos de identificação, comprovantes de qualificação profissional e, em alguns casos, resultados de exames médicos. O processo pode variar um pouco dependendo do tipo de permissão, mas geralmente também requer uma entrevista no consulado ou embaixada suíça no Brasil.

Após a aprovação do visto, você pode se mudar para a Suíça. Ao chegar, é necessário registrar-se no escritório local de residentes e obter uma permissão de residência. Esse documento é crucial, pois além de permitir que você viva no país, é também o que oficialmente permite que você trabalhe.

Estabelecer-se na Suíça também significa adaptar-se a uma nova cultura e sistema legal. É aconselhável que você se familiarize com os costumes locais e qualquer regulamento específico da região onde irá morar e trabalhar. Além disso, organizar as finanças, incluindo a abertura de uma conta bancária suíça, é uma etapa fundamental.

Este processo pode parecer desafiador, mas com a documentação correta e uma oferta de emprego firme, trabalhar na Suíça torna-se uma meta alcançável. Além do mais, a qualidade de vida e as oportunidades profissionais no país fazem todo o esforço valer a pena.


Ajude a manter online o Litoral Hoje fazendo uma pequena doação por PIX. Utilize a chave PIX CNPJ 45.315.952/0001-32. Ou deposite na conta: Banco Original – 212 – Agência 0001 – Conta 7296983-0. Agradecemos a sua colaboração.

Fonte: Click Petróleo e Gás


Você pode gostar também de